Cineprojeto 365

12 junho, 2007

Conflitos Internos (Mou gaan dou / Wu jian dao / Infernal Affairs)

Filed under: Sala de Tiro — cineprojeto365 @ 8:05 pm

(originalmente publicado no extinto site Erotikill)
infernalaffairs.jpg

Direção: Andrew Lau e Alan Mak
Elenco: Andy Lau, Tony Leung Chiu Wai, Anthony Wong Chau-Sang, Eric Tsang, Kelly Chen, Sammi Cheng, Edison Chen, Shawn Yue, Elva Hsiao
Ano: 2002
País: Hong Kong
Duração: 101 min

Mal saiu a notícia de que Martin Scorsese estava filmando uma versão americana de “Infernal Affairs”, um dos maiores sucessos recentes do gênero policial realizado em Hong Kong, tendo Jack Nicholson, Matt Damon, Leonardo DiCaprio, Martin Sheen, Mark Wahlberg e Alec Baldwin no elenco chamada “The Departed”, o filme asiático foi lançado diretamente nas locadoras brasileiras pela Buena Vista com 3 anos de atraso. Lamentável. A distribuidora deveria ter feito uma estratégia de lançamento aproveitando o intervalo entre “Herói” e “O Clã das Adagas Voadoras”, pois os protagonistas são vividos por dois atores que estão nos filmes citados: Andy Lau e Tony Leung. Além do aguardado encontro entre eles ser concretizado, os entusiastas vibrarão mais ainda quando os excelentes Anthony Wong e Eric Tsang entrarem em cena. Portanto, a presença destes quatro astros que possuem várias realizações de fundamental importância para o cinema chinês já garante, por si só, a qualidade do filme.

O início da trama mostra o chefão do crime Sam (Eric Tsang) recrutando Lau (Edison Chen), um jovem capanga, para entrar na academia de polícia e ser seu informante dentro da corporação. Enquanto isso, o promissor oficial Chan (Shawn Yue) é enviado pelo Superintendente Wong (Anthony Wong) e se infiltra na gangue de Sam com a mesma função. 10 anos depois, os dois homens (agora interpretados respectivamente por Andy Lau e Tony Leung) conquistaram uma forte confiança dentro das instituições e dos seus novos chefes, mesmo desempenhando o verdadeiro trabalho de maneira exemplar. Tudo muda quando os recrutantes desconfiam da existência de um traidor dentro dos seus grupos, fazendo com que Lau e Chan passem a se dedicar numa incansável busca pelo outro. Chan é uma pessoa bastante profissional por passar tanto tempo infiltrado, mas sofrida. Ele deseja sair desse trabalho o mais rápido possível para deixar de sujar as mãos com os crimes cometidos pelo grupo e por isso, participa de sessões de psiquiatria com a Dra. Lee (Kelly Chen, que, além de linda, demonstra competência). Já Lau vive muito bem e tem uma amada noiva chamada Mary (Sammi Cheng). Para ele, Chan seria uma forte ameaça capaz de eliminar todas as suas conquistas com a maior facilidade.

Enriquecido pelo constante duelo de atuações entre os quatro ótimos atores, “Conflitos Internos” é outra das muitas surpresas do moderno cinema oriental e o ressurgimento internacional dos filmes policiais chineses. O longa fez tanto sucesso no seu país de origem que gerou produtos diversos – inclusive canecas – e duas elogiadas seqüências filmadas simultaneamente em 2003. Apesar da nítida impressão de aproveitar o sucesso recente para faturar em cima, elas tem o objetivo de desenvolver ainda mais os seus personagens. A primeira é uma “prequel” mostrando o que aconteceu a Lau e Chan (vividos por Chen e Yue) nos anos “pulados” do filme original, com Wong e Tsang reprisando os seus papéis. Já o terceiro da série revela-se uma verdadeira seqüência, concentrada nos eventos ocorridos após a conclusão do primeiro filme e Leon Lai, dono de presença memorável como um matador profissional em “Anjos Caídos” de Wong Kar-Wai, está no elenco.

É também cinema policial de alta qualidade, chegando a lembrar Michael Mann no seu notável “Fogo Contra Fogo” e o francês “36”, pelos personagens e seus conflitos internos – conforme diz o título nacional – serem o foco principal. Isso faz com que o filme não seja mais outro espetáculo descartável que Jerry Bruckheimmer e Michael Bay gostam tanto de fazer onde milhões são torrados para usar e abusar da pirotecnia desnecessária ao rechear uma nulidade de história com muita destruição, tiros e explosões. A direção de Andrew Lau e Alan Mak é bem satisfatória neste tenso e humanizado jogo de gato e rato, cujo roteiro mostra a sua forte identidade oriental e budista quando cita o verso 19 do Nirvana Sutra no final da abertura: “O pior dos 8 infernos é o inferno contínuo. Ele significa o sofrimento contínuo”. No decorrer do filme, a afirmação faz o espectador refletir quando percebe que os protagonistas estão vivendo, de fato, este sofrimento.

Mesmo possuindo todos esses pontos positivos, “Conflitos Internos” não é perfeito. Justamente pela questão comercial, dá para notar algumas manobras feitas no roteiro com o objetivo de que ele não chegue aos 120 minutos de duração. Por um lado, foi bom pela força e impacto deixados para a realização dos outros filmes da trilogia. Por outro lado, foi ruim pelo fato deles até agora não terem distribuição confirmada no Brasil. O jeito é importar os discos originais de DVD, adquirir cópias dos mesmos a um custo bem reduzido ou então, usar da baixaria nos “p2p” da vida como Emule, Torrent e ShareAza, pois daqui que as grandes distribuidoras se toquem, muita coisa legal já terá sido assistida e descoberta por nós.

Osvaldo Neto

Anúncios

1 Comentário »

  1. Bom Dia
    Comprei o dvd INFERNAL AFFAIRS o original em chinês bem antes de se achar nas locadores. Na época até falei com o pessoal da locadora sobre ele. E que a versão americana eu não veria/conseguiria ver depois de ter visto original.
    Concordo que já era pra ter sido lançado a muitooooo tempo não só aqui no Brasil, mas em outros países também.
    Tem vários filmes asiáticos que já deveriam ter sido lançados aqui, pois eles tem uma história/estória muito bem contadas, atores incríveis, e uma direção que também não deixa a desejar.
    Tomara que eles passem logo na tv.
    Tchau … Um abraçãoo …

    Comentário por Fátima — 15 setembro, 2010 @ 8:17 am


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: