Cineprojeto 365

12 junho, 2007

As Idades De Lulu (Las Edades de Lulu)

Filed under: Cine-Apelação — cineprojeto365 @ 7:15 pm

(originalmente publicado em http://br.groups.yahoo.com/group/NSI_CineAnalise/)
edadeslulu.jpg

Direção: Bigas Luna
Elenco: Francesca Neri, Oscar Ladoire, Maria Barranco, Fernando Guillen, Rosana Pastor, Javier Bardem
Ano: 1990
País: Espanha
Duração: 95 min

Introdução

O cinema espanhol tem se destacado como um dos cinemas mais vigorosos do mundo ocidental. Cineastas como Bigas Luna, Pedro Almodóvar, Álex de la Iglesias e Julio Medem são mestres em sua arte, sempre cheia de excessos e cores vibrantes. Entre eles, Bigas Luna é o que mais se utiliza do sexo e de situações eróticas para cativar a platéia. “As Idades de Lulu”, “Ovos de Ouro”, “A Teta e a Lua”, “Jamon Jamon” são exemplos desse tipo de cinema, mais erotizado, como que para explicitar para o mundo o quanto os espanhóis diferem do resto da Europa quando o assunto é sexo. Bigas Luna também experimentou incursões pelo filme de horror com “Os Olhos da Cidade São Meus”, um filme que causa mal estar e contrasta um pouco com seus outros filmes. “As Idades de Lulu”, tema desta análise, é um dos filmes mais marcantes e mais bem resolvidos de Luna.

A história

Lulu (Francesca Neri) é uma garota normal que tem sua vida mudada quando perde a virgindade com Pablo (Óscar Ladoire). Ela se apaixona por ele, os dois se casam depois de algum tempo, mas continuam experimentando fantasias sexuais, que incluem, até mesmo, caçar travestis pelas ruas. Eles ficam amigos, inclusive, de um travesti. Nos primeiros anos, o casamento significava para eles uma maior liberdade para usar e abusar de suas fantasias e de seus desejos eróticos. Porém, ela passa a desistir do casamento quando, em um de seus jogos numa festa, o marido a põe de olhos vendados, para ser possuída pelo próprio irmão Marcelo (Fernando Guillén Cuervo). Aquilo foi a gota d’água e Lulu se separa de Pablo. Como o sexo já tinha se tornado uma obsessão em sua vida, ela, mesmo sozinha, procura se satisfazer através de vídeos pornográficos, depois transando com casais de homossexuais, até se encontrar numa situação bastante perigosa.

A abordagem

Nada do que foi escrito aí em cima teria valor se Bigas Luna não tivesse um incrível talento para orquestrar as cenas, trabalhar bem a direção de atores e criar climas eróticos como poucos conseguem. Na primeira cena sensual do filme, quando Pablo passa a conquistar Lulu e tentar algo mais que um simples beijo na boca, a maneira como Luna desenvolve a cena é de um realismo impressionante. Há a cena do carro, em que Pablo toca a genitália de Lulu e que culmina numa cena de felação, mesmo sem a vontade dela, às lágrimas. Luna mostra o lado masculino, dominador, que fere, que dá as regras; e o lado feminino, dominado, que sofre a dor da penetração, que é passivo. Lulu, apesar de ir às lágrimas, e, inicialmente, não concordar com a felação, por causa do amor que ela sente por Pablo, ela aceita. O que no início era quase forçado, com o tempo se tornou prazeroso. E o lado mais passivo de Lulu se torna ativo a partir do momento que ela se separa e vai procurar outras formas de prazer.

O elenco

Francesca Neri convence tanto quanto a Lulu adolescente, quanto a Lulu mulher. Ela é italiana e pode ser vista nos filmes “Carne Trêmula”, de Pedro Almodóvar, onde ela faz a protagonista Elena, “Dispara”, de Carlos Saura, e “Hannibal”, de Ridley Scott, como a coadjuvante Allegra Pazzi.

Outro ator bastante conhecido hoje no cinema mundial é Javier Bardem, que nesse filme, aparece como um homossexual e praticante de sadomasoquismo e afins num clube underground de Madrid.

Óscar Ladoire e Fernando Guillém Corvo não tem o mesmo brilho de Francesca Neri, mas os dois desempenham a função de maneira satisfatória. Há que se dar maior destaque, é claro, para Ladoire, que aparece mais tempo em cena e dividiu com Neri as cenas de iniciação sexual. Cenas tão intensas que se tem a impressão de que ele estava mesmo bastante envolvido, para tornar aquilo em algo verdadeiro.

Conclusão

Alguns acusam AS IDADES DE LULU de ser um filme moralista, já que no, final, Lulu larga a vida de excessos para voltar para o marido e a família. Lulu é o símbolo da mulher moderna, livre, mas que tem uma tendência a ser dominada. O filme tem toques de “A História de ‘O’ ” e “Justine” de Sade. Foi baseado no livro homônimo de Almudena Grandes, lançado no Brasil. O filme está nas locadoras em VHS já há bastante tempo. Ainda não está disponível em DVD.

Ailton Monteiro

8 de Maio de 2003

12 Comentários »

  1. Já assisti a este filme mais de três vz e cada vez o como se fosse a primeira.
    Sem duvida este filme e exelente, no que diz respeito a roteiro,elenco,direção, fotografia etc…
    Lamento o fato deste filme ainda não ter sida lançado em dvd ( aqui no Brasil).

    Comentário por ROBERTO MARENCO — 27 dezembro, 2007 @ 8:41 am

    • porra assistir esse filme a 15 anos atras e nao consiguir achar de novo me ajudem marcelo frança 72627643 (11)

      Comentário por Blaws França — 23 abril, 2012 @ 7:07 pm

  2. adorei esse filme

    Comentário por christine — 17 janeiro, 2008 @ 4:50 pm

  3. cara este filme foi uns dos melhores filmes eroticos que ja assisti valeu

    Comentário por REGINALDO — 12 setembro, 2008 @ 5:39 pm

  4. como faço para baixar este filme pois não estpu achando ele na web, pois e simplesmente otimo…

    Comentário por marce — 17 novembro, 2008 @ 10:41 am

  5. Também adorei o filme e lamento ainda não encontrá-lo em DVD.
    Se alguém souber como posso obtê-lo (se já houver DVD ou como baixá-lo), se puderem me avisar, eu agradeceria muito!
    Abs

    Comentário por Marcia — 12 fevereiro, 2009 @ 4:16 pm

  6. Márcia não sei se ainda lhe interessa mas no site http://www.brufilmes.com/index.html você encontra este filme para comprar.

    Comentário por SÉRGIO — 27 abril, 2009 @ 1:31 pm

  7. Sem dúvida, este é o melhor filme erótico de todos os tempos!
    Assistí há alguns anos, ainda em VHS, e é uma pena que ainda não tenha sido lançado em DVD. É uma história envolvente, sexy e polêmica. Nos anos 90 foi um arraso. Com certeza, qdo sair em dvd, fará parte do meu acervo pessoal!

    Comentário por iris — 20 janeiro, 2010 @ 5:08 pm

  8. Lamentável! Esse filme, “As iidades de Lulu (Las edades de Lulu)”, contém cenas iniciais com sugestões de pedofilia. É criminoso!

    Comentário por Dilton — 21 fevereiro, 2010 @ 11:48 am

  9. Aonde consigo arrumar uma cópia desse filme?

    Comentário por leonardo — 28 maio, 2010 @ 12:15 pm

  10. Eu assisti este quando eu tinha paixao enorme pela minha namorada,adoramos este filme ,ai o resto foi so alegria daquele dia em diante rsrsrsrs.

    Comentário por marcio — 24 janeiro, 2011 @ 8:24 pm


Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O tema WordPress Classic. Blog no WordPress.com.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: